Reabilitação Perineal

corpo mulher 4

As disfunções perineais constituem um importante problema de saúde publica, tanto pela sua alta prevalência, como pela impacto na qualidade de vida.

Estas disfunções são divididas em:

· Incontinência urinaria – Perda involuntária de urina

· Incontinência fecal – Perde de flatos ou fezes

· Prolapso dos órgãos pélvicos (POP) – Queda da bexiga, recto, ou útero.

· Síndromes dolorosas – algias pélvicas

· Disfunções sexual:

o Dispareunia e vaginismo (quando as mulheres sentem dor durante o acto sexual.

o Disfunção eréctil (muito comum no pós prostatectomia)

Estas disfunções causam problemas que afetam a qualidade de vida pessoal, familiar e social. Os pacientes sentem vergonha destas patologias e existe um grande tabu sobre o assunto. Pacientes sofrem com sintomas que os deixam inconfortáveis, embaraçados e socialmente afastados. A sua autoestima e autoimagem ficam profundamente abaladas. Com a Reabilitação Perineal, podemos devolver a qualidade de vida desejada, fortalecendo os músculos do períneo e reabilitando a sua função.

 

A reabilitação perineal tem se mostrado ser um tratamento eficaz para as patologias do períneo.

Mas o que é a Reabilitação Perineal e em que consiste?

Segundo a International Continence Society (ICS) uma simples instrução verbal ou escrita não é suficiente para um programa de reabilitação perineal. Cerca de 30% das mulheres não são capazes de contrair a musculatura do períneo somente com o comando verbal.

A Reabilitação Perineal promove alterações neuromusculares e metabólicas responsáveis pela hipertrofia, aumento da resposta reflexa, da força (resistência e potência), da coordenação muscular e normaliza o tónus.

Os objetivos da Reabilitação perineal são a promoção da percepção corporal e perineal estimulando a aprendizagem da contração e do relaxamento desta musculatura para que ela possa realizar a sua função.

Todo o tratamento é feito em sessões individuais, com uma sonda capaz de fazer o biofeedback e a electroestimulação.

Através da eletroterapia é possível fazer uma contração involuntária da musculatura, para que a paciente possa identificar que músculo deve ser contraído. A eletroterapia também é utilizada para aumentar a irrigação sanguínea, a propriocepção e normalizar o tónus muscular.

O biofeedback é a melhor maneira de se ensinar a contração perineal pois através de um gráfico no computador a paciente pode visualizar a intensidade e duração da contração, permitindo com isso que se faça e monitorize as contrações rápidas e lentas.

Marque já a sua avaliação.