CARBOXITERAPIA

O que é a carboxiterapia?

carboxiterapia rostoA carboxiterapia consiste na introdução de dióxido de carbono (CO2) debaixo da pele através de uma pequena agulha. Desde o local onde é infiltrado este gás difunde para os tecidos circundantes de forma natural.
O CO2 é um gás inerte e inócuo que existe dentro de nós como produto final do metabolismo sendo transportado pelos glóbulos vermelhos para ser eliminado pelos pulmões.

A carboxiterapia trata-se, pois, de uma técnica segura, bastante testada e conhecida no meio médico e uma das mais usadas em medicina estética em todo o mundo. Por exemplo, é o «gás» que se utilize nas cirurgias abdominais por laparoscopia.

Como funciona a carboxiterapia

A carboxiterapia funciona através do efeito mecânico da entrada nos tecidos do CO2 a grande velocidade que é, assim, capaz de destruir algumas células adiposas e «fibroses».

Concomitantemente o CO2 introduzido nos tecidos é trocado pelo oxigénio do sangue, ficando este, por sua vez, depositado nos tecidos o que causa a ativação dos processos metabólicos e reparadores.

A carboxiterapia é uma forma de estimular a circulação sanguínea bem como a oxigenação tecidular sendo útil em situações tão diversas com a psoríase, alopécia, úlceras, feridas de cicatrização difícil, cicatrizes, fibroses e, claro, em condições estéticas.

Para que serve a carboxiterapia

A carboxiterapia é uma referência no tratamento da celulite mas também resulta bem na melhoria da flacidez, designadamente em zonas difíceis como os braços, submento, coxas e joelhos. Pode igualmente ser útil em estrias e cicatrizes independentemente da sua localização. No rosto, destaca-se o seu interesse na melhoria da zona peri-ocular principalmente quando há rugas, flacidez ou hiperpigmentação («olheiras»).

A carboxiterapia é realizada em consultório, de forma cómoda e são necessárias várias sessões com uma periodicidade bissemanal. Habitualmente combina-se com outras técnicas em protocolos específicos, para potenciar os seus resultados.